Mulheres pretas e o mercado cervejeiro: fim da temporada do podcast HDG avalia impacto da discussão

Podcast Hora do Gole

Com Rozi Sá, Sara Araujo e Gabi Rubens, último episódio da série Temporadas Negras avalia o impacto da discussão sobre racismo no mercado de cervejas.

Pra fechar a temporada especial com mulheres negras e o mercado cervejeiro, o podcast Hora do Gole trouxe de volta convidadas da temporada para avaliar o impacto do projeto e discutir o futuro.

Ao longo da terceira temporada, o podcast Hora do Gole trouxe à tona um assunto tão difícil quanto necessário: o racismo e a falta de representatividade negra no mercado de cervejas. Foram conversas dolorosas, mas também emocionantes, ilustradas a partir da jornada de mulheres pretas que lutaram contra machismo, racismo e outras dificuldades para trabalhar em um mercado onde pessoas pretas ainda estão longe de dar as cartas do jogo.

Foi libertador

A conexão entre convidadas e o ancora dos papos, o escritor e criador de conteúdo Eduardo Sena, foi fundamental para estabelecer a relação de confiança que permeou cada conversa. Essa conexão, permitiu que cada convidada compartilhasse dramas e episódios pessoais nunca antes divididos, seja por medo ou até por vergonha.

Contudo, dividir essas dores e ouvir suas próprias histórias de superação e luta acabou mostrando o quanto suas jornadas são poderosas, inspiradoras e nunca mais devem ser silenciadas. Um reflexo notado também na forma como as pessoas receberam cada episódio e repercutiram isso nas redes sociais.

Pioneirismo propositivo

Com essa temporada, o podcast Hora do Gole entra pra história como o primeiro a trazer a discussão sobre o racismo nesse mercado como tema central. Também foi  o primeiro a fazer isso dando visibilidade ao recorte da mulher negra, trazendo em suas falas, sem cortes, propostas claras para uma transformação do mercado e da representatividade negra.

Foram mais de 16 horas de conversas ricas em ensinamentos e inspiradoras, com 9 mulheres que dividiram histórias, avaliaram o cenário social atual, o mercado de cervejas e trouxeram uma visão clara, com propostas reais de inclusão e combate ao racismo.

Passaram pelo programa Sara Araújo, bacharel de direito, acadêmica de ciências sociais, assessora jurídica da Defensoria Pública do Paraná, sommelier de cervejas; Janine Mathias, cervejeira celíaca, cantora, compositora, poeta, autora do projeto Samba da Nega onde celebra suas raízes; Sulamita Theodoro, gestora de projetos e eventos, e sommelier de cervejas; Rozi Sá, bacharel em química, mestre cervejeira, sommelier de cervejas e especialista em fermentação; Gabi Rubens, administradora de empresas, sommelier de cervejas, morando na Bélgica onde pesquisa a escola cervejeira daquele país; Adriana Santos, publicitária, designer, storyteller, cervejeira caseira e sommelier de cervejas; Carol Chieranda, sommelier de cervejas atuando no marketing da cervejaria Trilha; Tayná Morena, jornalista, cervejeira, especialista em marketing digital para cervejarias; Fernanda da Costa, educadora física, especializada em gestão de pessoas, sommelier de cervejas e certificada em produção cervejeira;

Não para por aí

No último episódio, as convidadas Gabi Rubens, Rozi Sá e Sara Araújo retornam ao podcast pra falar sobre esta experiência. O papo também visita curiosidades e bastidores dessa jornada, conta com participações especiais e traz surpresas sobre o futuro do programa. Está imperdível!

Ouça e descubra

Ouça outros episódios do Podcast Hora do Gole no Spotify, Apple Podcasts , Google PodcastsAnchor.fm e principais agregadores.

About

Publicitário, pós-graduado em Gestão de Marketing e com mais de 20 anos de experiência como criativo, escreve em blogs desde 2004, adora Instagram, é cervejeiro, sneakerhead e autor do livro
 "Hora do gole, aquela pausa entre umas e outras".

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: